sexta-feira, 20 de setembro de 2013

CICLO TRIENAL (e vídeo) - SEDRAH 128 (Semana de 15 a 21 de setembro/2013)

(Shabat Shalom)
Torah: Devarim/Deuteronômio 6:14-7:23
Tema: Fidelidade; A escolha de Yisra'El
Haftarah: Yirmyiahu/Jeremias 11; 36 - Dany'El 5
Tema(s): As Palavras da Aliança; O Rolo de Yirmiyahu; A Visão da Escrita
Shirim U’Chochmah: Shir haShirim / Cantares 1:8-17
Tema(s): A Beleza da Amada
Shir Mizmor: Tehilim/Salmos 128
Tema: Benção para o Fiel

TORAH
Devarim/Deuteronômio 6:
Apelo à fidelidade — 14Não seguireis outros deuses, qualquer um dos deuses dos povos que estão ao vosso redor, 15pois YHWH teu Elohim é um Elohim ciumento, que habita em teu meio. A cólera de YHWH teu Elohim se inflamaria contra ti, e Ele te exterminaria da face da terra. 16Não tentareis a YHWH vosso Elohim como o tentastes em Massah. 17Observareis cuidadosamente os Mandamentos de YHWH vosso Elohim, bem como os testemunhos e estatutos que Ele te ordenou. 18Farás o que é reto e bom aos olhos de YHWH, para que tudo te corra bem e venhas a possuir a boa terra que YHWH prometeu aos teus pais, 19expulsando da tua frente todos os teus inimigos. Assim falou YHWH! 20Amanhã, quando o teu filho te perguntar: "Que são estes testemunhos e estatutos e normas que YHWH nosso Elohim vos ordenou?", 21dirás ao teu filho: "Nós éramos escravos de Paroh/Faraó em Mitzrayim/Egito, mas YHWH nos fez sair do Egito com mão forte. 22Aos nossos olhos YHWH realizou sinais e prodígios grandes e terríveis contra o Egito, contra o Faraó e toda a sua casa. 23Quanto a nós, porém, fez-nos sair de lá para nos introduzir o nos dar a terra que, sob juramento, havia prometido aos nossos pais. 24YHWH ordenou-nos então cumprirmos todos estes estatutos, temendo a YHWH nosso Elohim, para que tudo nos corra bem, todos os dias; para dar-nos a vida, como hoje se vê. 25Esta será a nossa justiça: cuidarmos de pôr em prática todos estes Mandamentos diante de YHWH nosso Elohim, conforme nos ordenou." 

Devarim/Deuteronômio 7:

A eleição e o favor do Sagrado — 7Se YHWH se afeiçoou a vós e vos escolheu, não é por serdes o mais numeroso de todos os povos — pelo contrário: sois o menor dentre os povos! — 8e sim por amor a vós e para manter a promessa que Ele jurou aos vossos pais; por isso YHWH vos fez sair com mão forte e te resgatou da casa da escravidão, da mão do Faraó, rei do Egito. 9Saberás, portanto, que YHWH teu Elohim é o único Elohim, o Elohim fiel, que mantém a Aliança e o amor por mil gerações, em favor daqueles que O amam e observam as Suas Mitzvot/Mandamentos; 10mas, é também o que retribui pessoalmente aos que O odeiam: faz com que pereça sem demora aquele que O odeia, retribuindo-lhe pessoalmente. 11Observa, pois, os Mandamentos, os Estatutos e as Normas que eu hoje te ordeno cumprir. 12Se ouvirdes estas normas e as puserdes em prática, YHWH teu Elohim também te manterá a Aliança e o amor que Ele jurou aos teus pais; 13Ele te amará, te abençoará e te multiplicará; abençoará também o fruto do teu ventre e o fruto do teu solo, teu trigo, teu vinho novo, teu óleo, a cria das tuas vacas e a prole das tuas ovelhas, na terra que prometeu aos teus pais que te daria. 14Serás mais abençoado do que todos os povos. Ninguém do teu meio será estéril, seja o homem, a mulher, ou o teu gado. 15YHWH afastará de ti toda doença e todas as graves enfermidades do Egito que bem conheces. Ele não as infligirá a ti, mas, a todos os que te odeiam. 16Portanto, devorarás todos os povos que YHWH teu Elohim te entregar. Que teu olho não tenha piedade deles e nem sirvas seus deuses: isto seria uma armadilha para ti. A força do Sagrado — 17Talvez digas em teu coração: "Estas nações são mais numerosas do que eu, como poderia conquistá-las?" 18Não deves ter medo delas! Lembra-te bem do que YHWH teu Elohim fez ao Faraó e a todo o Egito: 19as grandes provas que teus olhos viram, os sinais e os prodígios, a mão forte e o braço estendido com que YHWH teu Elohim te fez sair! YHWH teu Elohim tratará do mesmo modo todos os povos de que tens medo! 20Além disso, YHWH teu Elohim enviará vespas contra eles, perecendo até os que tiverem restado e se tiverem escondido de ti. 21Não fiques aterrorizado diante deles, pois YHWH teu Elohim  que habita em teu meio, é Elohim grande e terrível. 22YHWH teu Elohim pouco a pouco irá expulsando estas nações da tua frente; não poderás exterminá-las rapidamente: as feras do campo se multiplicariam contra ti. 23É YHWH teu Elohim quem vai entregá-las a ti: elas ficarão profundamente perturbadas até que sejam exterminadas. 24Ele vai entregar seus reis em tua mão, e tu apararás o seu nome de sob o céu: ninguém resistirá em tua presença, até que os tenhas exterminado. 25Queimareis os ídolos dos seus deuses. Não cobiçarás a prata e o ouro que os recobrem, nem os tomarás para ti, para que não caias numa armadilha, pois são uma coisa abominável a YHWH teu Elohim 26Portanto, não introduzirás uma coisa abominável em tua casa: tornar-te-ias anátema como ela. Considera-as como coisas imundas e abomináveis, pois elas são anátemas. 

HAFTARAH
Yirmiyahu/Jeremias 11:
Yirmiyahy e as Palavras da Aliança — 1Palavra que foi dirigida a Yirmiyahu por YHWH: 2Escutai as palavras desta aliança! Vós as direis aos homens de Yehudah/Judá e aos habitantes de Yerushalayim/Jerusalém. 3E lhes dirás: Assim disse YHWH, O Elohim de Yisra'El: Maldito o homem que não escuta as palavras desta Aliança, 4que Eu prescrevi a vossos pais, no dia em que vos tirei da terra do Egito, da fornalha de ferro, dizendo: Escutai a minha voz e fazei tudo como Eu vos ordenei; então sereis o Meu povo e eu serei o vosso Elohim, 5para cumprir o juramento que fiz a vossos pais, de lhes dar uma terra, onde corre o leite e o mel, como hoje. E eu respondi: Amén, YHWH! 6E YHWH me disse: Proclama todas estas palavras nas cidades de Yehudah e nas ruas de Yerushalayim, dizendo: Escutai as Palavras desta aAiança e praticai-As. 7Porque Eu adverti constantemente os vossos pais no dia em que os fiz subir da terra do Egito, e, até hoje, eu os adverti, dizendo: Escutai a Minha voz! 8Mas eles não escutaram nem prestaram atenção; cada qual seguiu a obstinação de seu coração perverso. Então Eu fiz cair sobre eles todas as Palavras desta Aliança, que Eu lhes ordenara que observassem e Eles não observaram. 9E YHWH me disse: Existe uma conspiração entre os homens de Yehudah e entre os habitantes de Yerushalayim. 10Eles retornaram às faltasse seus pais, que se recusaram a escutar as Minhas Palavras: eles correram atrás de deuses estrangeiros, para servi-los. A casa de Yisra'El e a casa de Yehudah romperam a Minha Aliança, que Eu tinha concluído com seus pais. 11Por isso assim disse YHWH: Eis que vou trazer sobre eles uma desgraça, da qual não poderão escapar; eles clamarão a Mim, mas Eu não os escutarei. 12Então as cidades de Yehudah e os habitantes de Yeruhalayim irão e clamarão aos deuses, aos quais eles queimam incenso, mas eles não poderão, de maneira alguma, salvá-los, no tempo de sua desgraça! 13Pois tão numerosos como tuas cidades são os teus deuses, ó Yehudah! Tão numerosos como as ruas de Yerushalayim são os altares que erigistes à vergonha, altares para oferecerdes incenso a Ba'al. 14Mas tu não intercedas por este povo e não eleves por eles nem lamentações nem preces. Sim, eu não quero escutá-los no tempo de sua desgraça, quando clamarem a Mim por causa de sua desgraça! Reprimenda aos freqüentadores do Templo - 15Que procura a Minha amada em Minha Casa? Ela realizou os seus planos perversos. Poderão os teus votos e a carne sagrada afastar de ti o teu mal, para que possas exultar? 16"Uma oliveira verdejante, ornada de frutos bonitos", assim chamou-te YHWH. Com um grande ruído Ele lhe ateou fogo e seus ramos foram estragados. 17YHWH dos Exércitos, que te plantou, decretou contra ti uma desgraça por causa do mal que a casa de Yisra'El e a casa de Yehudah fizeram a si mesmas, para Me irritar, queimando incenso a Baal. Yirmiyahu perseguido em Anatot — 18YHWH mo fez conhecer e assim eu O conheci; naquela ocasião, tu me fizeste ver os seus atos. 19Mas eu como um cordeiro manso que é levado ao matadouro, eu não sabia que eles tramavam planos contra mim: "Destruamos a árvore em seu vigor, arranquemo-la da terra dos vivos, e seu nome não será mais lembrado!" 20YHWH dos Exércitos, que julgas com justiça, que perscrutas os rins e o coração, eu verei a tua vingança contra eles, porque a ti eu expus a minha causa. 21Por isso, assim disse YHWH contra os homens de Anatot que atentam contra a minha vida, dizendo: "Não profetizarás em nome de YHWH, senão morrerás por nossa mão!" 22Por isso, assim disse YHWH dos Exércitos: Eis que vou castigá-los. Os seus jovens morrerão pela espada, e seus filhos e suas filhas pela fome. 23E ninguém restará, porque eu trarei a desgraça sobre os homens de Anatot no ano de seu castigo. 

Yirmiyahu/Jeremias 36:

O rolo de Yirmiyahu — 1No quarto ano de Yoachim/Joaquim, filho de Yioshiyahu/Josias, rei de Yehudah, foi dirigida esta palavra a Yirmiyahu da parte de Iahweh: 2Toma um rolo e escreve nele todas as palavras que te dirigi a respeito de Yisra'El e Yehudah, e todas as nações, desde o dia em que comecei a falar-te, no tempo de Yoshiyahu/Josias, até hoje. 3Talvez, ao escutar todo o mal que tenciono fazer-lhes, os da casa de Yehudah, retorne cada um de seu mau caminho; então poderei perdoar-lhes sua iniqüidade e seu pecado. 4Yirmiyahu chamou, então, Baruch, filho de Nerias, que escreveu num rolo, conforme o ditado de Yirmiyahu, todas as palavras que YHWH lhe dirigira. 5Então Yirmiyahu deu a Baruch esta ordem: "Estou impedido, não posso entrar na Casa de YHWH6Mas tu irás e lerás para o povo do rolo que escreveste, ditado por mim, todas as palavras de YHWH, na Casa de YHWH, no dia do jejum. Lerás, também, a todos os yehudim/judeus vindos de suas cidades. 7Talvez sua súplica chegue diante de YHWH e eles se convertam, cada qual, de seu mau caminho; porque são grandes a ira e o furor com que YHWH ameaçou o seu povo". 8Baruch, filho de Nerias, fez como lhe ordenara o profeta Jeremias, lendo do livro as palavras de YHWH  na Casa de YHWH9No quinto ano de Joaquim, filho de Yoshiyahu, rei de Yehudah, no nono mês, foi convocado um jejum diante de YHWH  para todo o povo de Yerushalayim e para todo o povo que vinha das cidades de Yehudah. 10Então Baruch leu no livro as palavras de Yirmiyahu para todo povo; estavam na Casa de YHWH  na sala de Gamarias, o filho do escriba Safan, no pátio superior, à entrada da porta Nova da Casa de YHWH11Ora Miquéias, filho de Gamarias, filho de Safan, tendo escutado as palavras de YHWH tiradas do livro, 12desceu ao palácio real, à sala do escriba. Ali todos os príncipes estavam reunidos: Elishamah, o escriba; Dalaías, filho de Semeias; Elnatan, filho de Acobor; Gamarias, filho de Safan; Sedecias, filho de Hananias, e todos os outros príncipes. 13Miquéias lhes narrou todas as palavras que ouvira quando Baruc leu no livro aos ouvidos do povo. 14Todos os príncipes enviaram a Baruch, Yudi, filho de Natanias, e Selemias, filho de Cusi, para dizer-lhe: "Toma o rolo que leste para o povo e vem!" Baruch, filho de Nerias, tomou então o rolo e aproximou-se deles. 15Eles lhe disseram: "Senta-te e lê para nós". E Baruch leu para eles. 16Depois de escutar todas as palavras, eles se apavoraram e disseram entre si: "É absolutamente necessário que informemos ao rei todas essas palavras". 17E perguntaram a Baruc:h "Diz-nos como escreveste todas estas palavras." 18Baruch lhes respondeu: "Yirmiyahu me ditou todas essas palavras e eu as escrevi a tinta no livro." 19Os príncipes disseram, então, a Baruch: "Vai, esconde-te, tu e Yirmiyahu; que ninguém saiba onde estais". 20Depois foram ao rei, no pátio do palácio, deixando o rolo guardado na sala do escriba Elishamah/Elisama. E informaram ao rei todas essas coisas. 21O rei enviou Yudi para buscar o rolo, e ele o tomou da sala do escriba Elishamah e leu-o diante do rei e diante de todos os príncipes que estavam de pé, em torno do rei. 22O rei estava sentado em sua casa de inverno — estava-se no nono mês — e o fogo de um braseiro ardia diante dele. 23E assim que Yudi lia três ou quatro colunas, o rei as cortava com a faca do escriba e as lançava no fogo do braseiro, até que todo o rolo foi consumido pelo fogo do braseiro. 24Mas nem o rei nem nenhum de seus servidores, que escutavam estas palavras amedrontaram-se ou rasgaram as suas vestes. 25Ainda que Elnatan, Dalaías e Gamarias tivessem insistido com o rei para que não queimasse o rolo, ele não os escutou. 26O rei ordenou a Yeremiei, filho do rei, a Saraías, filho de Azriel, e a Selemias, filho de Abdeel, que prendessem Baruch, o escriba, e Yirmiyahu, o profeta. Mas YHWH os tinha escondido. 27Então a palavra de YHWH foi dirigida a Yirmiyahu, depois que o rei queimara o rolo com as palavras escritas por Baruch, ditadas por Yirmiyahu: 28"Toma outro rolo, escreve nele todas as palavras que estavam no primeiro rolo, que Yeoachim/Joaquim, rei de Yehudah/Judá, queimou. 29Contra Yoachim, rei de Yehudah, dirás: Assim disse YHWH  Tu queimaste este rolo, dizendo: 'Por que escreveu nele: Certamente o rei de Bavel/Babilônia virá, saqueará esta terra e dela fará desaparecer homens e animais?' 30Por isso assim disse YHWH contra Joaquim, rei de Yehudah. Ele não terá mais ninguém para sentar-se no trono de David, e seu cadáver ficará exposto ao calor do dia e ao frio da noite. 31Eu castigarei nele, na sua descendência e nos seus servos as suas faltas; atrairei sobre eles, sobre os habitantes de Yerushalayim e os homens de Yehudah toda a desgraça que lhes anunciei sem que me escutassem". 32Yirmiyahu tomou outro rolo e o deu ao escriba Baruch, filho de Nerias, que nele escreveu, ditadas por Yirmiyahu, todas as palavras do livro que Joaquim, rei de Yehudah, tinha queimado. E ainda foram acrescentadas muitas palavras como estas. 

Dany'El/Daniel 5:

1O rei Baltazar deu um grande banquete a seus altos dignitários, que eram em número de mil, e diante desses mil pôs-se a beber vinho. 2Sob o influxo do vinho, Baltazar ordenou que lhe trouxessem as taças de ouro e prata que seu pai Nabucodonosor havia tirado do Templo de Yerushalayim, para nelas beberem o rei, seus dignitários, suas concubinas e suas cantoras. 3Trouxeram-lhe, pois, as taças de ouro e prata arrebatadas ao santuário do Templo de Elohim em Yerushalayim, e nelas beberam o rei e seus dignitários, suas concubinas e suas cantoras. 4Eles bebiam vinho e entoavam louvores aos deuses de ouro e de prata, de bronze e de ferro, de madeira e de pedra. 5De repente, apareceram dedos de mão humana que se puseram a escrever, por detrás do lampadário, sobre o estuque da parede do palácio real, e o rei viu a palma da mão que escrevia. 6Então o rei mudou de cor, seus pensamentos se turbaram, as juntas dos seus membros se relaxaram e seus joelhos puseram-se a bater um contra o outro. 7E logo, aos gritos, mandou chamar os adivinhos, os caldeus e os astrólogos. E disse o rei aos sábios de Bavel/Babilônia: "Aquele que souber ler esta inscrição, e dela me der a interpretação, será revestido de púrpura, receberá um colar de ouro ao redor do pescoço e ocupará o terceiro lugar no governo do meu reino". 8Então acorreram todos os sábios do rei, mas não conseguiram sequer ler a inscrição nem muito menos dar a conhecer a sua interpretação ao rei. 9O rei Baltazar ficou ainda mais perturbado, mudou de cor e seus dignitários ficaram consternados. 10A rainha, ao ouvir as palavras do rei e de seus dignitários, entrara na sala do banquete. E, tomando a palavra, disse: "O rei, vive para sempre! Que teus pensamentos não te perturbem e não se mude a tua cor! 11Há um homem, no teu reino, no qual habita o espírito dos deuses santos. Nos dias de teu pai, nele encontrou-se luz, inteligência e sabedoria igual à sabedoria dos deuses. O rei Nabucodonosor, teu pai, nomeou-o chefe dos magos, adivinhos, caldeus e astrólogos. 12Portanto, uma vez que nesse Dany'El, que o rei cognominou Baltassar, constatou-se um espírito extraordinário, conhecimento, inteligência e arte de interpretar os sonhos, de resolver os enigmas e de desfazer os nós, manda comparecer Dany'El e ele te dará a conhecer a interpretação". 13Assim foi Dany'El introduzido à presença do rei. E disse o rei a Dany'El: "És tu Dany'El, um dos exilados de Yehudah/Judá, que o rei meu pai trouxe de Yehudah? 14Ouvi dizer que o espírito dos deuses habita em ti e que em ti se encontra luz, inteligência e sabedoria extraordinária. 15Já foram introduzidos à minha presença os sábios e adivinhos, para lerem esta inscrição e me darem a conhecer a sua interpretação, mas eles são incapazes de me oferecer o significado da coisa. 16Ouvi, porém, dizer que tu és capaz de dar interpretações e de desfazer os nós. Se, pois, és capaz de ler esta inscrição e de me propor a sua interpretação, serás revestido de púrpura e trarás um colar de ouro ao pescoço, e ocuparás o terceiro lugar no governo do meu reino". 17Dany'El tomou a palavra e falou, diante do rei: "Fiquem para ti os teus presentes, e oferece a outrem os teus dons. Quanto a mim, vou ler esta inscrição para o rei e dar-lhe-ei a sua interpretação. 18 Ó rei, o Elohim Altíssimo concedeu o reino, a grandeza, a majestade e a glória a Nabucodonosor, teu pai. 19Por essa grandeza que O Eterno lhe dera, tremiam de medo diante dele todos os povos, nações e línguas: ele tirava a vida a quem queria e deixava viver a quem queria; a quem queria exaltava, a quem queria humilhava. 20Mas, quando seu coração se exaltou e seu espírito se endureceu até à arrogância, ele foi deposto do seu trono real e arrebataram-lhe a glória 21Foi expulso do convívio humano e seu coração tornou-se igual ao dos animais; passando a conviver com os asnos, ele se alimentou de erva como os bois; e seu corpo foi banhado do orvalho do céu até ele reconhecer que o Elohim Altíssimo é quem tem o domínio do reino dos homens, no qual ele estabelece a quem lhe apraz. 22Mas tu, Baltazar, seu filho, não humilhaste o teu coração, embora tenhas sido ciente de tudo isso: 23tu te levantaste contra o Senhor do Céu, tu mandaste buscar as taças do seu Templo e tu, teus dignitários, tuas concubinas e tuas cantoras nelas bebestes vinho e entoastes louvores aos deuses de ouro e de prata, de bronze e de ferro, de madeira e de pedra, os quais não vêem, não ouvem e não compreendem; mas O Eterno que detém teu respiro entre suas mãos e de quem dependem todos os teus caminhos, tu não o glorificaste! 24Por isso, foi por ele enviada a extremidade dessa mão e traçada esta inscrição. 25A inscrição, assim traçada, é a seguinte: Mane, Mane, Tekel, Parsin." 26E esta é a interpretação da coisa: Mane — Elohim mediu o teu reino e deu-lhe fim; 27Tekel — tu foste pesado na balança e foste julgado deficiente; 28Parsin — teu reino foi dividido e entregue aos medos e aos persas". 29Então Baltazar ordenou que revestissem Dany'El de púrpura o lhe pusessem ao pescoço um colar de ouro e proclamassem que ele ocuparia o terceiro lugar no governo do seu reino. 

SHIRIM U'CHOCHMAH 
Shir haShirim/Cantares 1
DUETO 8Se não o sabes, ó mais bela das mulheres, segue o rastro das ovelhas, leva as cabras a pastar junto às tendas dos pastores.
O AMADO9Minha amada, eu te comparo à égua atrelada ao carro do Faraó! 10Que beleza tuas faces entre os brincos, teu pescoço, com colares! 11Far-te-emos pingentes de ouro cravejados de prata.
DUETO 12— Enquanto o rei está em seu divã meu nardo difunde seu perfume. 13Um saquinho de mirra é para mim meu amado repousando entre meus seios; 14meu amado é para mim um cacho de cipro florido entre as vinhas de Engadi. 15— Como és bela, minha amada, como és bela!... Teus olhos são pombas. 16— Como és belo, meu amado, e que doçura! Nosso leito é todo relva. 17— As vigas da nossa casa são de cedro, e seu teto, de ciprestes. 

SHIR MIZMOR
Tehilim/Salmos 128:
Um cântico de ascensão. Feliz é aquele que reverencia o Eterno e trilha Seus caminhos. O trabalho de suas mãos proverá seu sustento, feliz será e tudo lhe correrá bem. Em seu lar, sua esposa será como uma fecunda videira e seus filhos como ramos da oliveira em volta de sua mesa. Assim será abençoado o homem que reverencia o Eterno. E lhe dirão: ‘Que de Tsiyon te abençoe o Eterno e que possas contemplar a prosperidade de Yerushalayim por todos os dias de tua vida. Que alcances a felicidade dos filhos de teus filhos e a paz sobre Yisra'El’.
transcrito por Ya'el bat Yossef

Nenhum comentário:

Postar um comentário