sábado, 31 de agosto de 2013

REFLEXÃO SEDRAH 125 - DANY'EL 1 (A KASH'RUT/LEIS DIETÉTICAS DE DANI'EL)

por Yossef Michael


A reflexão desta semana está baseada na Haftarah, no passuk 1 do Sefer Dani'El .


Uma das coisas mais maravilhosas que acontecem em nossas vidas reside, justamente , no fato de que pouco - quase nada mesmo - compreendemos acerca da Vontade do Criador. 

Sim é isto mesmo! Só conseguimos alcançar aquilo que Ele nos permite.

Acaso seria isto um problema? Em minha modesta opinião não! 

Vamos a um caso prático, para ilustrar o pensamento de nossa Sedrah semanal.
Qual é a primeira mitsvah/mandamento que um pequeno israelita (uma criança) acaba por cumprir de forma “consciente”? A Kashrut/As leis dietéticas! 

Começamos com aquela série de pequenas recomendações, do tipo, “Filho, isto não pode porque tem bichinho” (no que se refere, por exemplo, à cochonilha inserida em diversos alimentos infantís), ou então, “Filha, se comermos isto ou aquilo, o Eterno ficará triste” (em em se tratanto, por exemnplo, a certos embutidos tão comuns nos lanches de cantinas escolares), e assim por diante...

O que a criança faz diante desta situação? “Conscientemente” ela, sem compreender absolutamente nada e pela maior demonstração do Amor que o Eterno tem para com Sua criação, “acredita” em nós e não come alimentos impuros.

A passagem desta semana, do Livro de Dani’El, nos ajuda a compreender um pouco, pela Misericórdia do Eterno, a relevância e importância da atitude de uma criança que, sem qualquer conhecimento ou estudo mais aprofundados, confia em “nós” e pratica esta mitsvah/mandamento.

Dani’El 7:8, “E Dani’El propôs no seu coração não se contaminar (it’gaal) com a porção das iguarias do rei, nem com o vinho que ele bebia; portanto pediu ao chefe dos eunucos que lhe permitisse não se contaminar (it’gaal)”.

A Concordância Strong #01351 nos traz várias possíveis traduções para o radical "gaal" que dá entendimento para esta palavra, aqui traduzida por “contaminar-se”. Entre elas, temos:
  • sujar, poluir, profanar
  •  ser impuro, ser poluído
  • poluir, profanar
  • ser profanado (referindo-se à remoção da função sacerdotal)
  • poluir, macular
  • tornar-se impuro

Será que isto já explicaria o que ocorre com uma criança quando cumpre esta mitsvah? A resposta é sim, pois a pureza de nosso corpo é algo que devemos buscar de forma contínua.

Mas, o interessante é que encontrei apenas nesta passagem de Dani’El o radical "ga'al" referindo-se a pureza. Em todas as outras vezes a associação é outra... 

Ainda, segundo a Concordância Strong #01352, o radical "go'el" possui significados similares, sendo comumente traduzido como contaminação e impureza.

O mesmo radical, segundo a Concordância Strong #01350, pode ser traduzido como:
  1. redimir, agir como parente resgatador, vingar, reivindicar, resgatar, fazer a parte de um parente.

        1a) (Qal)
            1a1) agir como parente, cumprir a parte de parente mais próximo, agir como parente                           resgatador
                   1a1a) casando com a viúva do irmão a fim de lhe conceber um filho para ele, redimir                             da escravidão, resgatar terra, realizar vingança
            1a2) redimir (através de pagamento)
            1a3) redimir (tendo o Eterno como sujeito)
                   1a3a) indivíduos da morte
                   1a3b) Israel da escravidão egípcia
                   1a3c) Israel do exílio
       1b) (Nifal)
             1b1) redimir-se
             1b2) ser remido

Não faltam passagens no Tanach onde o radical "ga'al" ou mesmo "go'el" referem-se à redenção, remissão, resgate e vingança.
Vejamos algumas passagens:
  • “Saí de babilônia, fugi de entre os caldeus. E anunciai com voz de júbilo, fazei ouvir isso, e levai-o até ao fim da terra; dizei: YHWH remiu (gaal) a seu servo Jacó”.  (Yeshayahu 48:20) 
  • “Então as mulheres disseram a Noemi: Bendito seja YHWH, que não deixou hoje de te dar remidor (goel), e seja o seu nome afamado em Yisra’El”. (Rute 4:14)
  • “E se alguém não tiver resgatador (goel), porém conseguir o suficiente para o seu resgate”. (Vaiykrah/Levítico 25:26)
  • “O vingador (goel) do sangue matará o homicida; encontrando-o, matá-lo-á”. (Devarim/Números 35:19)

A palavra hebraica "geulah", também, deriva deste radical, como particípio passado de #01350, com a adição de um "hei" em seu final e, segundo a Concordância Strong #01353, pode significar, entre outras coisas:
  1. parentesco, redenção, direito de redenção, preço de redençãoparente, parentesco

  •  redenção
  •  direito de redenção
  • preço de redenção

Como fica, agora, a passagem de Dani’El 1:8? Com certeza, a passagem ganha um novo significado...

Obviamente, no campo da especulação, podemos também dizer que Dani’El ao buscar obedecer as instruções do Eterno, Sua Torah, no que se refere às leis dietéticas, a Kashrut, estava naquele momento garantindo sua condição de povo. 

A "geulah" nos dá justamente esta dimensão... Enquanto nos colocarmos na condição de Seus filhos (parentes de “sangue”) teremos direito de redenção. 

Porém, há um preço a ser pago por isto que é a obediência. Se assim agirmos, Ele será nosso “resgatador” e acrescentará o necessário e suficiente para alcançarmos a condição de filhos. Sem isto, estaremos fadados a nos desviarmos de Seus Caminhos e assim sujeitos à “matança espiritual” promovida pelo mundo e por aqueles que se recusam a reconhecer o Elohim/Eterno de Yisra’El como Echad/Único!

Mais maravilhoso do que tudo que vimos acima é compreender que nossos filhos já nascem com esta certeza arraigada em seus corações... 

Não é à toa que, tão facilmente, conseguem cumprir esta tão importante e fundamental mitsvah/mandamento, garantindo assim, desde cedo, sua condição de filhos do Elohim Avinu/Eterno, nosso Pai.

O único risco que correm, com toda a franqueza e honestidade que me são possíveis, somos nós, aqueles que por eles respondem, não sermos dignos de conduzi-los nesta jornada, tornando-nos pedra de tropeço...

Que o Eterno, Bendito Seja Ele, no auge de Sua mais incompreensível e absoluta Misericórdia, possa agir para nos impedir de os atrapalharmos!!!
Chazak, Chazak Venit Chazek!!!
Força, força e que sejamos fortalecidos!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário