sábado, 1 de junho de 2013

CICLO TRIENAL LEYELADIM - SEDRAH 112 (A MORTE DE AHARON, A MURMURAÇÃO E A SERPENTE DE COBRE)


Shalom, Yeladim

Na Sedrah da semana passada, pudemos aprender sobre a importância da obediência ao Eterno e sobre as consequências pela desobediência. Mesmo Mosheh, talvez o homem mais justo a ter pisado esta terra, por conta de um momento de fúria, O desobedeceu e assim foi impedido de entrar em Kena’an, a Terra Prometida. Que isto nos sirva de alerta, Yeladim!
Vamos ao nosso estudo desta semana?

A MORTE DE AHARON, A MURMURAÇÃO E A SERPENTE DE COBRE
Bamidbar/Números 20:23 a 21: 9 
O Eterno chama a Mosheh e Aharon e então anuncia que havia chegado o momento da morte de Aharon. “Aharon agora morrerá e será juntado ao seu povo. Ele não virá à terra que Eu estou dando aos Yisre’eliym porque vocês se rebelaram contra Minha Palavra nas Mei Merivah. Tu Mosheh, toma a Aharon e seu filho Elazar e traze-os para a Montanha de Chor.  Despe Aharon de suas vestes e coloca-as em seu filho Elazar. Aharon então será reunido aos seus ancestrais e morrerá lá” (Bamidbar’Números 20:24-26). Passado o período de luto pela morte de Aharon, que foi de 30 dias, Yisra’El seguiu sua jornada.

Saindo da Montanha de Chor, onde ocorrera a morte de Aharon e contornando a terra de Edom, o povo começou novamente a se sentir desencorajado para a viagem e novamente murmurou contra Mosheh e o Eterno. ”O povo falou contra o Eterno e Mosheh: ‘Por que tu nos fizeste sair do Egito para morrer no deserto? Não há pão nem água! Nós ficamos desgostosos com esse alimento insubstancial’” (Bamibar/Números 21:5).

A ira do Eterno novamente Se acendeu contra Seu povo e Ele enviou serpentes venenosas para que os picassem. “O Eterno enviou serpentes venenosas contra o povo e quando elas começaram a morder o povo, muitos israelitas morreram” (Bamidbar/Números 21:6).

Eles então vieram a Mosheh e suplicaram-lhe para que intercedesse e assim foram atendidos “O povo veio a Mosheh e disse: ‘Nós pecamos falando contra o Eterno e ti. Reza ao Eterno e que Ele tire as serpentes de nós’. Quando Mosheh rezou pelo povo, o Eterno disse a Mosheh: ‘Faze para ti imagem de uma serpente venenosa e coloca-a sobre uma haste. Todo aquele que for mordido olhará para ela e viverá’. Mosheh fez uma serpente de cobre e colocou-a sobre uma barra alta. Sempre que uma cobra mordia um homem, ele olhava para a serpente de cobre e vivia”(Bamidbar/Números 21:6).

Yeladim, podemos tirar importantes lições do estudo desta semana!

Logo no início vemos que Aharon morreu e o Eterno nos explica que ele não entraria na Terra Prometida por causa do episódio da Água da Rocha no qual ele e Mosheh desobedeceram ao Eterno. Podemos até dizer, “Mas foi Mosheh quem feriu a rocha!”, porém Aharon estava com ele e talvez pudesse tê-lo impedido... Desta forma, podemos compreender a importância de nos posicionarmos diante de uma situação em que, claramente, vemos que algo não está sendo feito da forma que agrada ao Eterno.

Outra lição importante a tirarmos do episódio de Aharon e que mais à frente ocorrerá também com Mosheh é que o plano do Eterno sempre é cumprido, independente de nossa vontade... Aharon se juntou a seus pais e, em seu lugar, Elazar continuou sua jornada. Temos de ter esta consciência, de que fazemos parte dos Planos do Eterno, mas não podemos ser orgulhosos para acharmos que somos a parte central de tudo! Ele, o Eterno, é quem está no comando e o que realmente importa é o Reino!

Depois vemos novo episódio de rebeldia do povo, cujas consequências foram muito pesadas! Muitos israelitas morreram até que se arrependessem e fossem clamar por ajuda a Mosheh. O Eterno novamente, por amor e misericórdia, dá ao povo a salvação para a morte pela picada das serpentes venenosas, através de um simples olhar para uma estátua em forma de serpente, feita em bronze por Mosheh, em obediência à ordem do Eterno.

Podemos tentar achar mil explicações para isto... O porquê de ter sido uma serpente, porque ter sido feita de cobre, porque o povo tinha de olhar para ela para ser salvo e, assim por diante.

Prefiro manter o foco no sentido mais simples... Foi necessário arrependimento do povo que clamou pela misericórdia e assim foi perdoado de sua transgressão.

Não acredito que exista algo muito diferente disto. Caso contrário, as Escrituras nos contariam.

O que podemos aprender acerca deste episódio, talvez seja o mais importante... Não adianta o Eterno ser misericordioso e amoroso, se não O buscarmos! Não adianta Ele estar sempre pronto a nos perdoar, se não estamos prontos a nos arrependermos! Não adianta termos Sua Torah, se não estamos dispostos a obedecê-la!

Em minha modesta opinião Yeladim, é disto que trata a passagem que aprendemos nesta semana. Temos de fazer a nossa parte! Temos de falar contra a injustiça, não podemos nos calar diante de situações em que algo vai contra a vontade do Eterno e, por outro lado, temos de saber que nada somos sem Ele e que para alcançarmos Sua Misericórdia, temos de ser humildes de coração e estarmos sempre prontos a andar segundo Sua Vontade, Sua Torah!
(Figura para Pintar)

Você já se perguntou se suas ações vão de encontro à vontade do Criador? Você já se perguntou se consegue dominar sua língua em situações de murmuração?

por Yossef Micha'El 

Bom estudo e Shabat Shalom!

Nenhum comentário:

Postar um comentário