sábado, 4 de maio de 2013

CICLO TRIENAL LEYELADIM - SEDRAH 108 (OFERENDAS, PECADOS INVOLUNTÁRIOS, TRANSGRESSÃO AO SHABAT E TZITZIOT)


Shalom, Yeladim
Vimos na Sedrah passada que, o povo de Yisra’El novamente cometeu transgressão grave contra o Eterno. 
A murmuração desencadeada a partir do relato negativo dos dez espias enfureceu o Eterno de tal forma, que, se não fosse pela intercessão de Mosheh, todos teriam sido destruídos naquele momento. A punição infligida pelo Eterno ao Seu povo, não podia ter sido mais dura... 40 anos vagando pelo deserto e a promessa de que aquela geração não entraria em Kena’an, com exceção de Calev e Yehoshua...
Vamos ao nosso estudo desta semana?

OFERENDAS; PECADOS INVOLUNTÁRIOS; TRANSGRESSÃO AO SHABAT; TZITZYIOT
Bamidbar/Números 15:1- 41 
(Tzitzyiot - franjas)
A Torah nos diz que havia a necessidade de apresentação, em conjunto com os sacrifícios, de uma oblação (oferenda) que era feita a partir da flor da farinha de trigo amassada com azeite. Ao ser queimada a oblação, um perfume agradável era exalado, demonstrando o interesse daquele que oferecia o sacrifício em voltar a se conectar com o Eterno. Para cada tipo de sacrifício havia uma porção específica de mistura para os ingredientes e tratava-se de uma mitsvah tanto para o natural como para o estrangeiro em meio ao povo.

Em seguida, o Eterno orienta Seu povo, quando houvessem adentrado a Terra Prometida, a oferecer-Lhe as melhores primícias de seus grãos, isto é, de sua colheita, “Do início das vossas massas separareis a Iahweh um tributo do melhor. Isso é válido para os vossos descendentes”. (Bamidbar/Números 15:21).

Na sequência temos a advertência sobre a forma como deveria ser expiado o pecado por inadvertência, isto é, aquele praticado de forma involuntária pela comunidade. Consistia basicamente no arrependimento, a oferta de um bode, juntamente com a oblação e a libação. Caso fosse uma transgressão de uma pessoa isolada, esta deveria apresentar uma cabra de um ano. Vemos que o Eterno possibilitava a Seu povo que obtivesse o perdão para suas transgressões de forma até simples. O problema maior era quando se tratava de uma transgressão voluntária, isto é, feita com consciência. Vejamos o que diz a Torah, “Aquele, porém, que procede deliberadamente, quer seja nativo, quer estrangeiro, comete ultraje contra Iahweh. Tal indivíduo será exterminado do meio do seu povo:  desprezou a palavra de Iahweh e violou o seu mandamento. Este indivíduo deverá ser eliminado, pois a sua culpa está nele mesmo". (Bamidbar/Números 15:30-31)

Esta punição, logo em seguida, foi aplicada, no caso do lenhador, apanhado trabalhando lenha no Shabat. Mosheh consulta ao Eterno e Ele confirma a ordem para que aquele homem fosse apedrejado.

Finalmente, a Torah nos fala acerca dos Tzitziot que deveriam ser colocados nas quatro pontas de vestes com características bem específicas, as de cobertura, como mantos, xales e o talit. Compostos por fios brancos deveriam ter em suas pontas um cordão azul. “Trareis, portanto, os tzitzyot, e vendo-os vos lembrareis de todos os mandamentos de Iahweh e os cumprireis. E os poreis em prática, sem jamais seguir os desejos do vossos corações e dos vossos olhos, que vos têm levado a vos prostituir. Assim vós vos lembrareis de todos os Meus Preceitos e os poreis em prática e sereis kadosh ao vosso Elohim. Eu sou Iahweh vosso Elohim, que vos tirei da terra de Mitzrayim (Egito), a fim de ser vosso Elohim, Eu, Iahweh vosso Elohim". (Bamidbar/Números 15:39-41).

Yeladim, pudemos relembrar algumas importantes mitsvot do Eterno. O que tem de ficar muito claro para nós é que o Eterno se preocupa com Seu povo e nos ama de uma forma muito intensa e misericordiosa.

Existem aqueles que vão dizer, “Mas então por que Ele ordenou a morte do lenhador?” A resposta é simples.... Aquele homem foi totalmente rebelde, como se estivesse zombando de HaShem, afinal, ele acabara de ser instruído por Mosheh sobre a questão do pecado voluntário e o que fez? Foi cortar lenha no Shabat, talvez para mostrar que estivesse acima das mitsvot do Eterno.

Cabe uma reflexão em nossas vidas, Yeladim... Será que, muitas vezes, não nos achamos mais importantes do que as Leis do Eterno? Com certeza, a primeira resposta que nos vem à cabeça é NÃO, mas, devemos refletir se estamos fazendo tudo o que está realmente ao nosso alcance para cumprirmos aquilo que Ele nos deixou...

PERGUNTAS:
1 Dois ingredientes eram misturados para se fazer a oblação (oferenda). Quais? (versos 4 a 10)
____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

2  O que são primícias? Explique com suas palavras (verso 20)
__________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

3  O que são os tzitziot? Eles devem ser usados apenas pelos homens?
__________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

moreh Yossef Michael
Bom estudo e Shabat Shalom!

Nenhum comentário:

Postar um comentário