sexta-feira, 12 de abril de 2013

CICLO TRIENAL - SEDRAH 105 (Semana de 07 a 13 de abril/2013)

(Shabat Shalom)

Torah:    Bamidbar/Números 12:1 - 16    
Tema(s):  O Pecado de Miriyam e Aharon (Arão)
Haftarah:  Yeshayahu/Isaias 3; Yirmyahu/Jeremias 23 e 25
Tema(s):     O Tropeço de Yerushalayim; O Reino Davídico; Falso Profeta; Bavel e as Nações
Chochmah: Mishlei/Provérbios 31:10-31
Tema(s):  A Mulher de Valor
Tehilim: Tehilim/Salmos 105
Tema(s):  Relato sobre Yisra'El

Torah
Bamidbar/Números 12:
1 Myriam e Aharon começaram a falar contra Mosheh por causa da mulher de pele escura  que ele tinha desposado. A mulher que Mosheh tinha desposado era realmente de pele escura.  2 Eles então continuaram a dizer: ‘É para  Mosheh exclusivamente que o Eterno fala? Ele também não fala para nós’? O Eterno ouviu. 3 Mosheh, no entanto, era muito humilde, mais que qualquer homem sobre a face da terra.  4 O Eterno subitamente disse a Mosheh, Aharon e Myriam: “Todos vocês três saiam da Tenda da Comunhão”! Quando eles saíram, 5  o Eterno desceu num pilar de nuvem e Se postou à entrada da Tenda. Ele convocou Aharon e Myriam e ambos saíram. 6 O Eterno disse: “Ouçam cuidadosamente Minhas Palavras. Se alguém entre vocês experimenta a profecia Divina, então quando Eu Me faço conhecer a ele numa visão, Eu lhe falo em sonho. 7 Isso não é verdade com Meu servo Mosheh, que é como um servo de confiança em toda a Minha casa.  8 Com ele Eu falo face a face, numa visão não contendo alegoria, de modo que ele vê um verdadeiro quadro do Eterno. Como vocês puderam não temer falar contra Meu servo Mosheh”? 9 O Eterno mostrou cólera contra eles e partiu. 10 Quando a nuvem deixou o seu lugar sobre a Tenda, Myriam estava com Tsara'at, branca como a neve. Quando Aharon voltou-se para Myriam e a viu com tsara'at, 11 Aharon disse a Mosheh: ‘Por favor meu senhor, não mantenhas rancor contra nós por agirmos tolamente e pecando. 12 Que Myriam não seja como uma criança natimorta, que sai do útero com metade de sua carne apodrecida’. 13 Mosheh clamou ao Eterno: ‘Ó Eterno, por favor, cura-a’! 14 O Eterno disse a Mosheh: “Se o pai dela lhe tivesse cuspido na face, ela não ficaria embaraçada por sete dias? Que ela permaneça de quarentena por sete dias fora do acampamento e então ela pode retornar à casa”. 15 Por sete dias Myriam permaneceu de quarentena fora do acampamento e o povo não partiu até que Myriam pudesse retornar à casa. 16 O povo então deixou Chatserot  e eles acamparam no Deserto de Paran.
______________________________________________
[1] Bamidbar/Números 12:1 – Mulher de pele escura. Tsipora era uma midianita de pele escura. Em hebraico é 'kushita'. Literalmente é 'etíope' e a Septuaginta traz 'mulher kushita'. Há uma lenda estabelecida pela tradição de que Mosheh, depois que escapou do Egito, foi para a Etiópia e lá foi governante, tendo se casado com uma princesa etíope.
[1] Bamidbar/Números 12:1 –  Para. Literalmente 'através de'.
[1] Bamidbar/Números 12:16 – Chatserot. Em hebraico temos: חצרות Chatserot, feminino plural de {[חצר chatser (masculino e feminino), procedente de (חצר chatsar ou חצצר chatsotser ou חצרר chatsorer, uma raiz que pode significar: Tocar uma trombeta, tocadores de clarins (particípio), soar com clarins (particípio)]2690 no seu sentido original. É um nome masculino que pode significar: Pátio, área cercada, áreas cercadas, residência estabelecida, povoado, vila, cidade)}2691. Também é um nome próprio de localidade
Hazerote = 'povoado',  um acampamento Yisre’eliy no deserto.
[1] Bamidbar/Números 12:16 e 13:3 – Deserto de Paran. A próxima jornada foi para Ritmah. Consultar perek/capítulo 33, passuk/versículo 18. Os Israelitas deixaram Chatserot no 29º dia do 3º mês. Outras fontes, no entanto, indicam que eles estiveram Kadesh Barnea, como parece evidenciar o perek/capítulo 13, passuk/versículo 26 que menciona “Kadesh”. Mas Kadesh Barnea é simplesmente outro nome para Ritmah.

Haftarah
Yeshayiahy (Isaias) 3:
1 Atenta, pois: O Eterno YHWH Tseva’ot retirará dos homens e mulheres de Yehudah todo amparo e sustento, o pão que alimenta e a água que alivia a sede; 2 do valente e do lutador, do juiz e do profeta, do vidente e do ancião; 3 do líder que chefia cinquenta e dos homens respeitáveis; do que ensina aos sábios e do que decifra mistérios. 4 Sim! Farei das crianças seus líderes e seus jovens governarão sobre eles. 5 Quanto ao povo, todos estarão oprimidos, cada qual por seu próximo, cada homem por seu vizinho. A criança agirá com insolência contra o idoso, o indigno contra o respeitável. 6 Quando um de vós buscar um outro da casa de seu pai, seu próprio irmão e lhe disser: ‘Toma este manto e torna-te nosso governante e seja um benfeitor para nós. 7 ‘ele lhe responderá com um juramento: Não serei um benfeitor, pois não há em minha casa nem pão, nem manto; não me farás dirigente deste povo’.  8 Caída está Yehudah e arruinada, Yerushalayim, pois suas palavras e suas ações estão voltadas contra o Eterno, demonstrando abertamente sua rebelião ante a glória de Seus olhos. 9 Seu próprio semblante é testemunha contra seus pecados e como os habitantes de Sidom os exibem, sem tentar escondê-los, infortunadas estão suas almas, pois sobre si mesmas trouxeram o mal. 10 Assegurai, porém, a cada justo, que só lhe advirá o bem, pois se beneficiará do fruto de suas ações. 11 Coitado do ímpio! Tudo lhe correrá mal como resultado do que pratica. 12 O Meu povo é oprimido por pessoas levianas; mulheres os dominam. Ó Meu povo, teus líderes te enganaram e corromperam teus caminhos. 13 O Eterno se apresta para contender e julgar todos os povos. 14 Ele sentenciará sobre os anciãos e os príncipes de Seu povo, dizendo: “Fostes vós que consumistes os vinhedos e plenas estão vossas casas do que haveis roubado dos pobres. 15 Por que oprimes Meu povo e tornas aflita a face do pobre? Esta é a Palavra do Eterno, nosso Elohim, YHWH Tseva’ot”. 16 Ademais, o Eterno disse: “Porque as filhas de Tsyion são arrogantes e aprumam seu colo, erguendo suas cabeças com olhar licencioso e passos afetados, caminhando provocantes, 17 o Eterno há de provocar feridas sobre suas cabeças e expor sua intimidade. 18 Neste dia, o Eterno removerá a ostentação de seus prendedores, de suas rendas e de seus ornamentos em forma de meia lua, 19 seus colares, pulseiras e véus, 20 seus tocados, seus braceletes, suas faixas para os cabelos, seus colares e seus brincos, 21 os anéis para os dedos e para o nariz, 22 os vestidos, os xales, os mantos e os cintos, 23 os vestidos de gaze e de fino linho, os turbantes e os adornos. 24 E acontecerá que, em vez de suaves odores, haverá podridão; em vez de vestes, farrapos; em vez de cabelos cacheados, calvície; em vez de cintos adornados, somente vestes de sacos; cicatrizes em vez de beleza. 25 Cairão teus homens pela espada e teus valorosos pela guerra. 26 Em teus portões haverá lamentos e luto; desprovida de tudo, ela sentar-se-á no chão.


Yirmyahu (Jeremias) 23:
1 Ai dos pastores que perdem e dispersam as ovelhas de Minhas pastagens! Diz o Eterno. 2 Portanto, assim disse o Eterno, O Elohim de Yisra’El, sobre os pastores do Meu povo: Vós, que apacentais Meu rebanho, dispersastes Minhas ovelhas; a lugares distantes as levastes e não lhes dispensastes cuidados; sabeis que farei recair sobre vós a iniquidade dos vossos atos – diz o Eterno. 3 Hei de reunir os remanescentes de Meu rebanho, de todas as terras para onde foram levados e os restabelecerei em seus redis e lá serão frutíferos e se multiplicarão. 4 Designar-lhes-Ei pastores que os apascentarão e não mais serão acossados pelo medo, nem se desalentarão e nenhum deles se perderá – diz o Eterno. 5 “Aproximan-se os dias” – diz o Eterno – ‘quando escolherei, dentre os rebentos de David, um justo que os governará como rei, que prosperará e saberá praticar justiça e retidão na terra.6 Em seus dias Yehudah será redimida e Yisra’El viverá em segurança e o nome pelo qual será chamado significará ‘O Eterno é nossa retidão’”. 7 “Por isso, aproximam-se os dias” – diz o Eterno – “em que não mais se jurará pelo Nome do Eterno, que retirou os b’nei Yisra’El da terra do Egito, 8 mas, sim: ‘Assim como vive o Eterno, que retirou e trouxe de volta a semente da Casa de Yisra’El da terra do norte e de todos os países para onde os tinha dispersado, fazendo-os habitar em sua terra’”. 9 Por causa das profecias, está partido meu coração, estremece todo o meu corpo e me sinto um ébrio, como alguém saturado pela bebida, por causa do Eterno, por causa de Suas justas Palavras. 10 Pois repleta de adúlteros está a terra; por causa de promessas ela ficou desolada e secaram as pastagens; é iníqua sua trajetória e falsa sua força.11 “Pois até o profeta e os cohanim dos insinceros; até mesmo em Meu Templo está presente o mal que praticam”. – diz o Eterno. 12 “Por isto, o caminho que percorrerem será para eles como uma trilha escorregadia em plena noite; tropeçarão e não conseguirão se Erguer; pois na época do acerto de contas descarregarei sobre eles a consequência do mal” – diz o Eterno. 13 “Somente fraudes pude perceber nos profetas de Shomron, pois profetizam em nome de Ba’al e enganam Meu povo Yisra’El. 14 Quanto aos profetas de Yerushalayim, vejo com horror suas ações, pois cometem adultério, pronunciam falsidades, encorajam os que praticam o mal para a ele não renunciar; são, aos Meu olhos, como Sidom e seus habitantes como os de Amorah”. 15 Portanto, assim disse YHWH Tseva’ot a respeito dos profetas: “Eu os alimentarei com ervas daninhas e os farei beber água envenenada, porque a falsidade que se propagou por toda esta terra proveio dos profetas de Yerushalayim”. 16 Assim disse YHWH Tseva’ot: “Não prestai atenção às palavras destes profetas que formulam para vós vaticínios; eles vos estão iludindo. Proclamam visões de seu próprio coração, que não lhes foram proporcionadas pelo Eterno. 17 Anunciam àqueles que provocam Minha ira: ‘O Eterno falou: Haverá paz para vós’! E para aqueles que se guiam por suas visões, dizem: ‘Nenhum há de lhes ocorrer’. 18 Mas, qual deles foi exposto ao mistério do Eterno, teve uma visão ou escutou Sua Palavra”? Quem O ouviu e Lhe dispensou atenção’”? 19 Eis que uma tempestade enfurecida e turbilhante emana do Eterno e virá pousar sobre a cabeça dos iníquos. 20 A ira do Eterno não se apaziguará enquanto Ele não executar e cumprir totalmente os planos de Seu coração. No final dos dias havereis de ter uma perfeita compreensão sobre isto. 21 “Não envieis estes profetas, entretanto, precipitaram-se a falar; nada lhes falei, entretanto profetizaram. 22 Se estivessem expostos a Meu mistério, proclamariam Minhas Palavras a Meu povo, trariam-nos de volta de seus maus caminhos e da iniquidade de suas ações. 23 Acaso sou Eu um Elohim de perto” – diz o Eterno – “e não de longe? 24 Poderia um homem se ocultar em lugares tão secretos que Eu não o pudesse enxergar”? Diz o Eterno. Acaso não preencho totalmente os céus e a terra”? Diz o Eterno. 25 “Escutei o que disseram os profetas que falsamente anunciam em Meu Nome, dizendo: ‘Eu tive um sonho! Eu tive um sonho’! 26 Até quando isso perdurará? É só isso que existe no coração desses profetas que anunciam mentiras? Na realidade, profetizam a insídia de seus corações, 27, pois buscam fazer, através dos sonhos que relatam, com que Meu povo esqueça Meu Nome, assim como seus antepassados esqueceram Meu Nome adorando Ba’al. 28 Que relate seu sonho o profeta que o sonhou e aquele que recebe Minha Palavra a relate com fidelidade. O que tem a ver a palha com o trigo”? Diz o Eterno. 29 “Não é a Minha Palavra como o fogo”? Diz o Eterno. “E como um martelo que estilhaça a rocha? 30 Portanto, sou contra os profetas”. Diz o Eterno. “Porque roubam Minhas Palavras, um do outro. 31 Sou contra os profetas”. Diz o Eterno. “Porque treinam suas línguas para proclamar: ‘Ele disse’. 32 Sou contra aqueles que profetizam sonhos enganadores”. Diz o Eterno. “E os que contam, fazendo Meu povo errar por causa de suas mentiras e por sua malícia; Eu não os enviei e nada lhes ordenei; e nenhum proveito podem trazer a Meu povo”. Diz o Eterno. 33 “E quando este povo ou o profeta ou o cohen, te perguntarem: ‘O que anuncia as Palavras do Eterno’? Tu lhes responderás: ‘Que Palavras’? E Eu os desprezarei”. Diz o Eterno. 34 “E o profeta ou o cohen ou alguém do povo que falar citando ‘as Palavras do Eterno’, farei castigar o homem e todos de sua casa. 35 Assim deverei vos dirigir, cada qual a seu companheiro ou a seu irmão: ‘Qual a resposta do Eterno’? Ou: ‘O que falou o Eterno?’ 36 Não mais deveis mencionar: ‘as Palavras do Eterno’, pois a própria palavra de cada um será sua palavra do Eterno; e ousaria alguém perverter as Palavras do Elohim vivo, de YHWH Tseva’ot, nosso Elohim?” 37 “Assim vos deveis dirigir ao profeta: ‘’O que te respondeu o Eterno’? E ‘o que falou o Eterno’? 38 “Mas se disserdes ‘Palavras do Eterno’”. Portanto, assim disse o Eterno: “Mesmo Eu tendo vos mandado dizer: ‘Não digais: As Palavras do Eterno’, 39 por isso olvidar-Me-eis de vós e vos exilarei, junto com a cidade que dei a vós e vossos pais, para longe da Minha presença 40 e trarei sobre vós opróbrio perene e vergonha eterna que jamais será esquecida”.

Yirmyahu (Jeremias) 25:
1 A Palavra que veio a Yirmyahu no quarto ano de Yehoiyakim[1] ben Yoshiyahu, rei de Yehudah – no primeiro ano de Nebuchadnetzar, o rei da Babilônia, a respeito de todo o povo de Yehudah 2 e que o profeta Yirmyahu falou a todo o povo de Yehudah, bem como aos habitantes de Yerushalayim, dizendo:  3 ‘Desde o décimo terceiro ano de Yoshyahu ben Amon, rei de Yehudah, até o dia de hoje, por vinte e três anos, tem vindo a mim a Palavra do Eterno e a tenho, de imediato, comunicado a vós, mas falo e vós não a escutai. 4 E o Eterno vos tem enviado repetidamente Seus servos e Seus profetas, mas não os escutastes nem apurastes vossos ouvidos para o que diziam: 5 Retornai agora, cada um de vós, de seu mau caminho e de suas ações malévolas e, desta forma, continuareis habitando na terra que o Eterno concedeu a vós e a vossos antepassados, por todo o sempre. 6 Não busqueis outros deuses para servi-los e adorá-los e não Me provocais com o produto de vossas mãos e desta forma não os ferirei. 7 Entretanto, não Me escutaste’. Diz o Eterno. “E para vosso próprio mal, Me provocastes com o que vossas mãos produziram”. 8 Por isto, assim disse YHWH Tseva’ot: “Porque não destes ouvidos às Minhas Palavras,  9 buscareis todas as famílias do norte” – diz o Eterno – “junto com Nebuchadnetzar, o rei da Babilônia e Meu servo e os trarei contra esta terra, contra todos os seus habitantes e contra todas as nações que estão à sua volta; Eu as destruirei e as tornarei um assombro por sua perpétua desolação. 10 Além disso, farei com que cessem entre vós os sons de regozijo e alegria, a voz do noivo e a voz da noiva, o som dos moinhos e a luz das lamparinas. 11 Toda esta terra se tornará vazia e deserta  e suas nações servirão ao rei da Babilônia por setenta anos. 12 Ao se completarem setenta anos, punirei o rei da Babilônia, sua nação e o país dos Kasdim” – diz o Eterno – “por sua iniquidade e os tornarei uma desolação perpétua. 13 E desfecharei sobre sua terra todas as Palavras que contra ela pronunciei, como está escrito neste livro que contém as palavras que Yirmyahu profetizou contra todas as nações. 14 Pois muitas nações e seus reis poderosos a aprisionarão e pagarei a eles conforme suas ações e de acordo com o que fizeram suas próprias mãos”. 15 Pois assim me disse o Eterno, o Elohim de Yisra’El: “Toma esta taça  repleta de vinho de fúria, de Minha mão e faz com que dela venham a beber todas as nações para onde Eu te enviar. 16 Eles beberão e sentir-se-ão desorientados. Como se estivessem loucos, devido à espada que Hei de enviar contra eles”. 17 Tomei, então, a taça das mãos do Eterno e dei de beber a todas as nações para onde me enviou o Eterno: 18 A Yerushalayim e às cidades de Yehudah, aos seus reis e seus príncipes, para assim torná-los uma maldição, uma ironia e um assombro, como são até o dia de hoje; 19 ao faraó, o rei do Egito, aos seus servos, seus príncipes e a todo o seu povo; 20 aos povos mesclados, a todos os reis da terra de Uts  e a todos os reis da terra dos filishtim, de Ashkelon, de Gaza e Ecron e os remanescentes de Ashdod; 21 a Edom e Moav e aos filhos de Amon; 22 a todos os reis de Tiro, a todos os reis de Tsidon e a todos os reis da ilha de além-mar; 23 a Dedan, a Temah e a Buz e a todos os habitantes de áreas remotas; 24 a todos os reis da Arábia e a todos os reis dos povos mestiços que vivem no deserto; 25 a todos os reis de Zimri , a todos os reis de Elam e a todos os reis da Média; 26 a todos os reis do norte, próximos ou longínquos, uns junto com os outros e a todos os reinos do mundo que se estendem sobre a face da terra; e o rei de Sheshash  bebeu depois de todos eles. 27 E lhes dirás: Assim disse YHWH Tseva’ot, o Elohim de Yisra’El: Bebei e embebedai-vos, vomitai, tropeçai e não mais vos haveis delevantar, por causa da espada que enviarei contra vós. 28 E se recusarem tomar de tua mão a taça e dela beberem lhes dirás: Assim disse YHWH Tseva’ot: Haveis de beber! 29 Pois se começo a desencadear o mal sobre a cidade onde é invocado Meu Nome, acaso vós permanecereis impunes? Não permanecereis impunes, pois farei ferir pela espada todos os habitantes da terra – diz YHWH Tseva’ot. 30 E tu profetiza sobre eles todas estas palavras e diz-lhes: Do alto ruge o Eterno e faz ouvir Sua voz de Sua Santa Habitação; ruge com intensidade por causa de Seu rebanho e contra todos os habitantes da terra eleva Seu grito, como aqueles que pisam as uvas. 31 Até os confins da terra ecoa o ruído, porque o Eterno tem uma controvérsia com todas as nações e um julgamento contra toda a carne; quanto aos ímpios, já os entregou à espada” – diz o Eterno. 32 Assim disse YHWH Tseva’ot: O mal irá de uma nação para outra e uma grande tormenta se desencadeará dos mais remotos confins da terra. 33 E os que foram abatidos pelo Eterno se estenderão neste dia de um extremo ao outro da terra; não serão lamentados, nem reunidos, nem sepultados; serão como esterco sobre a face da terra. 34 Lamentai-vos e chorai, ó pastores! Revolvei-vos sobre o pó da terra, ó dirigentes do rebanho! Pois eis que chegaram os dias em que sereis abatidos. Eu vos estilhaçarei em pedaços, como a um  precioso vaso. 35 Os pastores não terão para onde fugir, nem os líderes do rebanho para onde escapar. 34 Lamentai-vos e chorai, ó pastores! Revolvei-vos sobre o pó da terra, ó dirigentes do rebanho! Pois eis que chegaram os dias em que sereis abatidos. Eu vos estilhaçarei em pedaços, como a um  precioso vaso. 35 Os pastores não terão para onde fugir, nem os líderes do rebanho para onde escapar. 36 Escutai o pranto dos pastores e o lamento dos líderes do rebanho, porque o Eterno destruiu seu pasto. 37 E, por causa da ardente ira do Eterno, os redis estão em silêncio. 38 Ele abandonou seu Tabernáculo como o filhote de leão e Suas terras se converteram em deserto por causa do ímpeto de Sua espada opressora e pela agudeza de Sua ira.               
_________________________________________
[1] Yirmyahu/Jeremias 25:1 – Yehoyakin. Em hebraico temos: יהויכין Yehoyakiyn, procedente de [יהוה YHWH, procedente de (היה hayah, uma raiz que pode significar: Ser, tornar-se, vir a ser, existir, acontecer, sair, ocorrer, tomar lugar, vir a acontecer, acontecer, vir a existir, tornar-se, erguer-se, aparecer, vir , tornar-se como ser instituído, ser estabelecido, ser, estar, estar em existência, ficar, permanecer, continuar com referência a lugar ou tempo, estar em, estar situado com referência a localidade, acompanhar, estar com, vir a acontecer, ser feito, ser trazido, estar pronto, estar concluído, ter ido)]. YHWH = 'Aqu’Ele que existe'. O Nome próprio do único Elohim verdadeiro. Yehoyakiyn = 'YHWH estabelece'. Refere-se ao rei de Yehudah, filho de Yehoyakiyn e o penúltimo rei de Yehudah antes do cativeiro babilônico; seu reinado durou três meses e dez dias antes de entregar-se a Nebuchadnetzar/Nabucodonosor que o levou para a Babilônia e o aprisionou por 36 anos quando foi finalmente libertado.
[1] Yirmyahu/Jeremias 25:11 - ...toda esta terra se.... Diz Vayikrah/Levítico 26:18 Se vocês ainda não Me ouvirem, Eu aumentarei a punição pelos seus pecados sete vezes. E Zechariah/Zacarias 1:12Então o anjo do Eterno respondeu e disse: “YHWH Tseva’ot, até quando continuarás sem Te compadecer de Yerushalayim e das cidades de Yehudah, contra as quais estivestes irado durante estes setenta anos?
[1] Yirmyahu/Jeremias 25: 20 – Uts. Em hebraico encontramos עוץ Uts, aparentemente procedente de (עוץ uts, uma raiz que pode significar: Aconselhar, planejar). Utz = 'arborizado' . É um nome próprio masculino que pode significar:  O filho de Aran e neto de Set, o filho de Naor com Milkah, um edomita, filho de Disan e neto de Seir. Também é um nome próprio de localidade: A terra de Iyov/Jó; provavelmente a leste e sudeste da Filishtim/Palestina em algum lugar no deserto árabe. 
[1] Yirmyahu/Jeremias 25:25 – Zimri. Em hebraico é possivel verificar: זמרי Zimriy, procedente de [זמר zamar, uma raiz  (talvez idêntica a זמרzamar, uma raiz que pode significar: Aparar, podar ser podado, com a idéia de estalar com os dedos. Pode significar: Cantar, cantar louvor, fazer música, tocar um instrumento musical)]; Zinri = 'minha música' . É um nome próprio masculino que pode significar: O filho de Salu, um líder dos simeonitas, morto por Pin’chas com a princesa midianita Kosbi,  o quinto rei do reino do norte, assassino do rei Elah, que reinou por 7 dias antes de suicidar-se colocando fogo no palácio e foi substituído por Onri, o comandante do exército,  um dos cinco filhos de Zera e neto de Yehudah, filho de Yehoyadah/Jeoada e descendente de Sha’ul ou um nome obscuro mencionado em conexão com ‘o misto de gente’ em Yirmyahu/Jeremias ; pode ser o mesmo que ‘Zinrã’.
[1] Yirmyahu/Jeremias 25:25 – Sheshach. Em hebraico podemos encontrar: ששך Sheshak, de origem estrangeira. É um nome próprio de localidade. Em português é Sheshaque = 'teu linho fino' . Um  outro nome para Babilônia aparentemente derivado do nome da deusa 'Shach'.


Shirim u'chochmah
Mishley (Provérbios) 31:
10 Quem encontrará a mulher talentosa? Vale muito mais do que pérolas. 11 Nela confia o seu marido e a ele não faltam riquezas. 12 Traz-lhe a felicidade, não a desgraça, todos os dias de sua vida. 13 Adquire a lã e o linho e trabalha com mãos hábeis. 14 É como a nave mercante, que importa de longe o grão. 15 Noite ainda, se levanta, para alimentar os criados. E dá ordens às criadas. 16 Examina um terreno e o compra, com o que ganha com as mãos planta uma vinha. 17 Cinge a cintura com firmeza e emprega a força dos braços. 18 Sabe que os negócios vão bem e de noite sua lâmpada não se apaga. 19 Lança a mão ao fuso e os dedos pegam a roca. 20 Estende a mão ao pobre e ajuda o indigente. 21 Se neva, não teme pela casa, porque todos os criados vestem roupas forradas. 22 Tece roupas para o seu uso e veste-se de linho e púrpura. 23 Na praça o seu marido é respeitado, quando está entre os anciãos da cidade. 24 Tece panos para vender e negocia cinturões. 25 Está vestida de força e dignidade e sorri diante do futuro. 26 Abre a boca com sabedoria e sua língua ensina com bondade. 27 Vigia o comportamento dos criados e não come pão no ócio. 28 Seus filhos levantam-se para saudá-la, seu marido canta-lhe louvores: 29 "Muitas mulheres ajuntaram riquezas, tu, porém, ultrapassas a todas". 30 Enganosa é a graça, fugaz a formosura! A mulher que teme a YHWH merece louvor! 31 Dai-lhe parte do fruto de suas mãos e nas portas louvem-na suas obras.


Tehilim (Salmos) 12:
1 Louvai ao Eterno, proclamai o Seu Nome! Divulgai entre todas as nações Seus feitos.
2 Entoai cantos e hinos narrando todos os Seus prodígios. 3 Senti-vos glorificados em Seu Santo Nome e que se alegrem os corações de todos os que buscam o Eterno. 4 Sim! Buscai sempre Sua presença e Sua força. 5 Ó vós, semente de Avraham, Seu servo, ó vós filhos de Ya’akov, Seus eleitos, 6 recordai os Seus prodígios, Seua atos maravilhosos e a Justiça de Seus julgamentos, 7 pois Ele, o Eterno, é nosso Elohim e em toda a terra serão cumpridas Suas sentenças. 8 Lembrai-vos perpetuamente de Sua aliança, da promessa empenhada a mil gerações[2], 9 do pacto que fez com Avraham, de Seu juramento a Yits’chak, 10 que confirmou a Yaa’kov como lei imutável e a Yisra’El como aliança eterna, 11 proclamando: “A ti darei a terra de Kana’an, quinhão de tua eterna herança’. 12 Quando não passavam de um pequeno número, estrangeiros naquela terra 13 e peregrinavam de nação em nação, de um povo a outro, 14 a ninguém permitiu oprimi-los e a reis repreendeu dizendo:  15 Não toquei nos Meus ungidos, nem maltrateis Meus profetas’. 16 Fome fez abater-se sobre a terra, que deixou de produzir o pão que sustenta a vida. 17 Previamente enviou Yossef que, como escravo, foi vendido. 18 Afligiram-no com correntes nos pés e grilhões em sua alma. 19 Até o momento em que se cumpriu Sua Palavra e a determinação do Eterno o redimiu. 20 Ordenou o rei sua libertação, libertando-o o governante das nações. 21 Ele o tornou senhor de sua casa, deu-lhe poder sobre todas as suas possessões 22 para disciplinar seus príncipes e transmitir sabedoria a seus anciãos. 23 Veio então Yisra’El ao Egito e morou na terra de Cham. 24 Tornou-o o Eterno extremamente fecundo, fazendo-o crescer em números mais que os seus inimigos. 25 Transformou seus corações, fazendo neles crescer o ódio a Seu povo e planos malévolos contra Seus servos. 26 Enviou então Mosheh, Seu servo e Aharon, Seu escolhido. 27 Eles apresentaram Seus sinais no Egito, Seus atos maravilhosos contra a terra de Cham. 28 Fez descer as trevas e tudo escureceu, mas mesmo assim se rebelaram contra a Sua Palavra. 29 Transformou em sangue suas águas e provocou a morte dos peixes. 30 Rãs se espalharam por sua terra, até mesmo nos aposentos reais. 31 Por Sua ordem, hordas de feras e enxames de piolhos os assolaram. 32 Fez chover granizo e lançou fogo chamejante sobre sua terra. 33 Devastou suas videiras e figueiras e abateu as árvores de seu território. 34 Por Seu comando, chegaram nuvens de gafanhotos e lagartos, 35 que consumiram a relva e devoraram os frutos. 36 Feriu de morte eus primogênitos, primeiros frutos de sua força. 37 Conduziu Yisra’El carregado de ouro e prata, sem que um inválido sequer houvesse em Suas tribos. 38 Regozijou-se o Egito com sua partida, pois grande temor os acossara. 39 Estendeu o Eterno uma nuvem como proteção e uma coluna de fogo para iluminar a  noite. 40 Pediram e foram atendidos, com codornizes e pão dos céus, para sacia-los. 41 Fendeu uma rocha e dela jorraram águas que, como um rio, se espraiaram sobre a terra árida. 42 Pois lembrou Sua Santa Palavra, dada a Avraham, Seu Servo. 43 Com rigozijo conduziu Seu povo com canções de júbilo de Seus eleitos. 44 Deu-lhes terras de outras nações e riquezas de outros povos 45 para que guardassem Seus estatutos e observassem Seus ensinamentos. Louvado seja o Eterno. HaleluYah.   

[1] Tehilim/Salmos 105:8 – ...mil gerações... Certificar-se no Shemah.

compilado por  Yossef ben Yisra'El

Nenhum comentário:

Postar um comentário